Liga Europa: Bate Borisov-Benfica, 1-2 (resumo)


Benfica em grande  caminhada Europeia

 

O Benfica garantiu a presença nos dezasseis-avos da Liga Europa, e também o primeiro lugar do Grupo I, ao vencer o BATE Borisov por duas bolas a uma. A equipa portuguesa não fez uma boa primeira parte, mas duas pinceladas de classe no segundo tempo bastaram para segurar o triunfo e garantir o duplo objectivo.

 Com Fábio Coentrão e Felipe Menezes a renderem Di María e Aimar no «onze», o Benfica fez uma primeira parte fraca. A equipa de Jorge Jesus sentiu dificuldades para impor a sua maior valia técnica e só criou uma situação de verdadeiro perigo, com Cardozo a surgir isolado e a fazer um passe de pé direito ao guarda-redes do BATE (15m).

 

A equipa bielorrussa também não deslumbrou, no primeiro tempo, mas criou maior perigo. Mais que não seja pela bola atirada à barra por Krivets, na cobrança de um livre (29m). Bordachov, na recarga, ficou também a centímetros do golo.

Bem melhor, por culpa da ala esquerda encarnada

O segundo tempo foi bem melhor, e muito por culpa do Benfica. A formação portuguesa deixou o apuramento praticamente garantido logo aos 46 minutos. Saviola marcou, depois de uma grande combinação entre Fábio Coentrão e Felipe Menezes, que fez a assistência.

Aos 63 minutos o Benfica aumentou a vantagem, depois de mais uma boa jogada pela esquerda, com Coentrão a tabelar com Saviola e a concluir com um remate cruzado.

O apuramento e o primeiro lugar estavam praticamente garantidos, mas o Benfica ainda teve de sofrer um pouco. O BATE criava perigo sobretudo em lances de bola parada, e foi dessa forma que chegou ao golo, quando estavam cumpridos 69 minutos. Krivets marcou o canto e Sosnovski ganhou nas alturas (como aconteceu em várias ocasiões), mas foi um ressalto no corpo de Miguel Vítor que traiu Júlio César.

Aimar, que saiu do banco, ainda teve nos pés o golo da tranquilidade, mas atirou à figura do guarda-redes (74m). Nos últimos minutos o BATE Borisov pressionou muito, remeteu o Benfica à sua defesa, mas não conseguiu marcar um golo que não anularia o apuramento, mas que deixaria em aberto o primeiro lugar do grupo.O jogo com o AEK, que se disputa alguns dias antes da recepção ao F.C. Porto, só serve para cumprir calendário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: