LIGA SAGRES: Benfica 2-1 Leixões (cronica).

    ninguemparaobenfica1lk1wr21       

                                                       27602                                                        27601         

 

 

 

 

27599

Quando nos minutos finais do embate da Luz todo o povo benfiquista puxava intensamente por uma equipa reduzida a dez elementos e a defender, com unhas e dentes, uma vantagem mínima, sentiu-se que este poderia ser um momento fulcral na temporada. Com garra, alma e mística, muita mística, o Benfica bateu mesmo o Leixões (que não perdia desde o dia 8 de Dezembro) e terá arrancado uma daquelas vitórias que podem definir um campeão.

gif-comentarios-no-site

LIGA SAGRES: BENFICA VS LEIXÕES ( antevisão)

O Jogo da vingança

benfica-vs-leixoes

Lista de convocados:

Guarda-redes: Moreira e Quim

Defesas: Maxi Pereira, Luisão, Miguel Vítor, David Luiz e Jorge Ribeiro

Médios: Binya, Katsouranis, Rúben Amorim, Carlos Martins, Reyes, Di María, Aimar, Balboa

Avançados: Urreta, Nuno Gomes, Mantorras e Cardozo

LIGA SAGRES: BENFICA 3 P.FERREIRA 2 ( cronica).

amorim

O Benfica respondeu este domingo aos triunfos de FC Porto e Sporting com uma complicada vitória caseira sobre o Paços de Ferreira (3-2) e continua no segundo lugar da Liga portuguesa de futebol, após 18 jornadas.

O paraguaio Óscar Cardozo, aos 69 minutos, Ruben Amorim, aos 73, e o argentino Angel Di Maria, com um estupendo remate de fora da área, aos 86, selaram o triunfo dos “encarnados”, que continuam a um ponto dos portistas e com mais três em relação aos “leões”. 
 
Em vésperas da deslocação a Alvalade (sábado), o “onze” do espanhol Quique Flores teve, porém, de sofrer, quando o brasileiro Ferreira (75 minutos) e Chico Silva (92) reduziram e, mais, quando o angolano Dedé acertou no “ferro”… na última jogada do encontro.

LIGA SAGRES: BENFICA VS PAÇOS DE FERREIRA (antevisão).

VAMOS CONTINUAR A DAR

  ” BICADAS NO DRAGÃO”

inferno-da-luz-full

Lista de convocados:

Guarda-redes: Moreira e Quim

Defesas: Luisão, David Luiz, Jorge Ribeiro, Sidnei e Miguel Vítor

Médios: Katsouranis, Aimar, Ruben Amorim, Balboa, Binya, Carlos Martins e Yebda

Avançados: Reyes, Cardozo, Mantorras, Di Maria e Nuno Gomes 

LIGA SAGRES: PORTO-1 BENFICA-1 (cronica).

_461_cachecol_benfica

F.C.PORTO desta feita jogou com a equipa A, a mesma dos últimos 30 anos … a de arbitragem, claro está!

23eddvfvcsffg

yeba1

Houve quem dissesse que os clássicos não se jogam, ganham-se. É mentira. Como o resultado do F.C. Porto-Benfica justifica, aliás. Por princípio os clássicos não se ganham: jogam-se e sofrem-se. Sobretudo sofrem-se. Por isso tornam-se jogos mais emotivos do que propriamente espectaculares. O clássico desta noite foi-o sem dúvida.

Serve esta introdução para dizer que o Benfica esteve a vinte minutos de ganhar no Dragão. Não o conseguiu porque uma grande penalidade inexistente o impediu, ao mesmo tempo que lançou o F.C. Porto para a procura da vitória. Mas esteve a vinte minutos de ganhar o clássico porque tem um jogador que não sofre, pensa futebol.

Pablo Aimar, claro.FBL-PRT-BENFICA-AIMAR O argentino foi a pedra de toque que sustentou o melhor Benfica dos últimos anos no Dragão. Talvez melhor até do que a equipa que há três anos ganhou com dois golos de Nuno Gomes. Mais competente, pelo menos. Uma equipa que surgiu na segunda parte segura, personalizada, a matar os tempos de jogo e a reacção portista.

Até ao minuto em que Pedro Proença se deixou ludibriar pela queda de Lisandro, o jogo parecia controlado. Um remate de Hulk para boa defesa de Moreira era o melhor que o Porto tinha conseguido em 25 minutos de desvantagem. Na origem deste bom Benfica esteve Aimar, claro: inteligente, maduro, tecnicista, distinto. Deu estamina à equipa.

A grande penalidade inexistente, por suposta falta de Yebda sobre Lisandro, alterou tudo. Lucho marcou da marca de onze metros, como tinha marcado na primeira volta (os azuis esta época só marcaram de penalty ao Benfica), o F.C. Porto moralizou-se e o empate tornou-se um mal menor para os encarnados. Por isso o resultado é justo,”muito pouco justo”.

Cronica de Ricardo Araújo Pereira ao jornal ” A BOLA” na edicão de domingo.

233209Por ricardo araújo pereira

Se houvesse justiça, hoje o Benfica ganhava no Dragão por 0-3, com três golos na própria baliza do Fucile. O jogador, sem que nenhum treinador do Porto lho tivesse ordenado, segundo garantiu à Sport TV o inocente Jesualdo Ferreira, fez de propósito para ver um segundo cartão amarelo com o objectivo de poder jogar contra o Benfica. Significa isto que Fucile manda mais na equipa do Porto do que o treinador. Jesualdo podia ter pretendido utilizar Fucile no jogo de Alvalade, mas o lateral decidiu, por sua própria iniciativa, que só voltaria a jogar nas Antas. Talvez a intenção de Fucile tenha sido evitar a vergonha que os colegas passaram contra o Sporting, mas ainda assim não deve substituir-se ao treinador.

Tenho fortes dúvidas relativamente à gestão do plantel feita por Jesualdo Ferreira no jogo da Taça da Liga. É certo que o Porto não marca um golo em casa há mais de dois meses. Mas, tendo em conta a humilhação sofrida em Alvalade, onde foi goleado por um Sporting sem Liedson, não sei se Jesualdo não terá sido demasiado cauteloso. É importante não esquecer que hoje o Porto tem um trunfo muito forte: o árbitro da partida vai ser Pedro Proença. E Pedro Proença é mais um daqueles árbitros que anuncia em público que é adepto do Benfica e depois passa a carreira a demonstrar a sua isenção prejudicando sistematicamente o clube. Para que Pedro Proença assinale um penalty a favor do Benfica é preciso que haja um homicídio na área adversária – e mesmo assim não há certezas. Para que assinale um contra o Benfica, basta que o vento agite a camisola de um adversário – ou nem isso.

Continuar a ler

LIGA SAGRES: PORTO VS BENFICA (antevisão).

FORÇA BENFICA

full

VAMOS CALAR O DRAGÃO

19:45 SPORTTV

Convocados

Guarda-redes: Moreira e Quim

Defesas: Maxi Pereira, Luisão, Miguel Vítor, David Luiz, Sidnei e Jorge Ribeiro

Médios: Carlos Martins, Yebda, Ruben Amorim, Katsouranis, Reyes, Aimar, Fellipe Bastos e Binya

Avançados: Nuno Gomes, Suazo, Cardozo e Di Maria

LIGA SAGRES: BENFICA-1 RIO AVE-0 (resumo)

DEIXARAM JOGAR

O MANTORRAS

mantorras

Um golo solitário do estreante Pedro Mantorras colocou este sábado o Benfica novamente na liderança provisória da Liga de futebol, na vitória sofrida por 1-0 sobre o Rio Ave, em jogo da 16 jornada da prova.

No relvado “encharcado” do Estádio do Luz, o avançado angolano, que ainda não tinha actuado esta época no campeonato, facturou aos 70 minutos e garantiu o triunfo dos “encarnados” sobre o “lanterna vermelha” da competição.
 
Com este resultado, o clube da Luz alcança, mais uma vez, o topo da Liga, desta vez com dois pontos de vantagem sobre o FC Porto, que visita domingo o terreno do Belenenses, e o Sporting, que hoje não foi além de um “nulo” no campo do Trofense.   

 


%d bloggers like this: